HISTÓRIA E GASTRONOMIA BRASILEIRA – RIO GRANDE DO SUL

Scroll down to content

Destacado pela ONU em 2010 como metrópole numero um em qualidade de vida no Brasil, alem de ser polo regional na atração de imigrantes que buscam melhor qualidade de vida, é uma das cidade s mais arborizadas e alfabetizadas do Brasil.

Com estilos antigose modernos, onde pode-se encontrar inclusive edificações do principio do seculo XIX, conta tambem com diversas tradicionais e grupos folclóricos de varias culturas, tradicionais, nacionais e internacinais.

Já na gastronomia o churrasco e o charque, funcionam quase como um ritual, principalmente em festas e aos finais de semana, tambem é muito forte a influencia alemã e italiana trazida por seus imigrantes.

Esses imgirantes também trouxeram com eles o consumoe produção de vinho, que desde então passou a ser a principal atividade economica dessa região.

Os conhecidos tropeiros, em suas longas viagens precisam se alimentar e como nao havia metodos de conservação atuais (refrigeração/congelamento) enrolavam a acarne e salgavam para que ela resistisse a essas grandes viagens, criando o famoso conhecido Charque.

Vamos então produzir um Arroz de Charque?

 

Arroz de Charque

Ingredientes:

  • 1/5 kg de charque
  • 3 xícaras de arroz
  • 4 cebolas picadas
  • 2 tomates picados
  • 1 pimentão picados

Modo Preparo:

  • Deixar o charque de molho de um dia para o outro na geladeira, trocando a água sempre que possível
  • Ferver o charque por 5 minutos, escorrer a água e picar em cubos
  • Fritar as cebolas com o charque e em seguida adicionar o tomate, o pimentão e o arroz
  • Adicionar 6 xícaras de água
  • Se necessário ir acrescentando água fervente
  • Colocar ovo picado e salsinha por cima do prato após pronto
  • O arroz deve ficar macio e bem molhadinho.

Churrasco Gaucho

Ingredientes

  • 1 peça de picanha de 1 a 2 kg
  • Sal grosso

Modo de Preparo

  • Corte a picanha em pedaços de cerca de 4 cm de espessura e enfie nos espetos.
  • Como a picanha é uma peça triangular, coloque os pedaços maiores primeiro e os menores por último porque estes ficarão prontos antes e serão os primeiros a ser retirados do espeto.
  • Deixe a capa de gordura de todos os pedaços voltada para o mesmo lado.
  • Coloque os espetos a cerca de 40 cm de distância das brasas e, quando a carne começar a ‘suar’, tempere com sal grosso, espalhando com a mão sobre a superfície dos pedaços.
  • Mantenha a carne sobre o calor por cerca de 20 minutos de cada lado ou um pouco mais, apagando com chuviscos de água as chamas que se levantarem.
  • Tire o churrasco do fogo e bata com uma faca para eliminar o excesso de sal, sirva em seguida, colocando os pedaços aos poucos sobre uma tábua e cortando-os em fatias.
  • Mantenha o espeto com os pedaços restantes num canto da churrasqueira para que se conservem aquecidos mas sem continuar a assar.

Por hoje é isso, semana que vem falaremos de Santa Catarian e encerraremos a serie Historia da Gastronomia – Brasil.

 

Acompanhe nossas Midias Sociais

      

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: