Alasca – História, Gastronomia e Cultura – America Norte

Scroll down to content

Os primeiros colonos do Alasca foram grupos humanos da Ásia que atravessaram a ponte de Beringia e chegaram ao que é hoje o oeste da península do Alasca. A maioria dos povos nativos americanos, se não todos, vem de pessoas que cruzaram o estreito de Bering antes de migrar para o sul do continente.

O nome “Alaska” vem da palavra Aleutiana alaxsxaq, que literalmente significa “o objeto contra o qual a ação do mar é direcionada”.

A maior parte da história documentada do Alasca vem da colonização europeia, começando com o navegador dinamarquês que serviu a Marinha Russa, Vitus Bering, que chegou ao Alasca a bordo do San Pedro durante a Segunda Expedição a Kamchatcka. No entanto, o primeiro europeu a chegar às costas da região foi o russo Aleksei Chirikov, que navegava na expedição de Bering sob o comando de São Paulo, quando chegou em 15 de julho de 1741 ao local onde se encontra a cidade de Sitka.

Os espanhóis reivindicaram os direitos que o Inter Caetera lhes deu sobre a costa oeste da América do Norte, que incluía o Alasca. O rei Carlos III da Espanha organizou várias expedições à região para tentar colonizá-la. As expedições de Bruno de Heceta e Alejandro Malaspina deixaram alguns nomes de lugares na região, como o Glaciar Malaspina ou a cidade de Valdez. Os britânicos também, seguindo o exemplo da coroa espanhola, enviaram explorações para a região, como as de James Cook ou George Vancouver.

Em 1799, Nikolái Rezánov comprou os direitos de exploração das peles do czar Paulo I da Rússia e criou a empresa russo americana. A superexploração do território levou a um confronto entre os colonos e os nativos, cujo evento mais notável é a Batalha de Sitka, em 1804.

Em 1867, o secretário de Estado dos EUA William H. Seward concluiu a compra do Alasca na Rússia por US $ 7,2 milhões. A falta de dinheiro da Rússia e o desejo de que o Alasca não caia nas mãos dos britânicos levaram a Rússia a vender o território para os Estados Unidos após o fracasso da Guerra da Crimeia. A compra foi efetivada em 18 de outubro de 1867, hoje lembrada como o Dia do Alasca.

Em 2009, um grupo representando 60% da população desse estado reivindicou a soberania do Alasca. Este grupo exige a desfiliação do Alasca como um estado da União. O objetivo não é a independência, mas uma relação de soberania semelhante à que os membros do Partido Democrata Popular de Porto Rico estão propondo para a ilha de Porto Rico.

A gastronomia no Alasca é baseada em peixes, o mais conhecido é o salmão, seus pratos típicos podem conter vários frutos do mar. Outras espécies que estão se tornando importantes entre os alimentos do Alasca são trutas, arenques e caranguejos. Um de seus pratos mais obrigatórios quando se trata de apreciar algo típico é a sopa de peixe, uma sopa grossa, feita com garoupa, camarão, amêijoas e salmão. 

Entre outros pratos típicos do país, você pode encontrar salmão ou truta grelhado ou frito, filé de filé também é uma maneira comum de prepará-los para serem fritos. O Akutaq é um prato feito com frutas e carne temperada com açúcar, costelas em molho de tomate, feijão e salada, como você pode ver, os pratos são mais do que fortes.

A fim de combater os efeitos do clima, no Alasca a maioria das carnes fritas é geralmente consumida, o café da manhã pode consistir em peixe frito, acompanhado de ovo e batata frita. Outras carnes-chave da culinária do Alasca incluem caça, carne de veado, alces e aves.

Vamos conferir esses dois pratos da região?

Salmão Selvagem Marinado

Ingredientes:

  • Laranja
  • Limão
  • Maçã verde
  • Iogurte grego
  • Erva-doce fresca
  • Pimenta preta
  • Sal
  • Açúcar

Modo de Preparo:

  • A primeira coisa a fazer é pegar a casca de laranja e limão e misturá-las com sal, açúcar, pimenta preta e erva-doce
  • Espalhar sobre o salmão e deixe marinar por 12 horas na geladeira
  • Depois disso, o salmão é limpo com água, seco e picado
  • Acompanhar com iogurte grego misturado com sal, pimenta, suco de limão e erva-doce picada

 

Sopa de peixe

Ingredientes:

  • Camarão
  • Amendoas
  • Garoupa
  • Salmão
  • Cenoura
  • Alho-Poró
  • Cebola
  • Tomate triturado
  • Farinha
  • Alho
  • Vinho branco
  • Caldo de peixe
  • Sal
  • Óleo

Modo de Preparo:

  • Primeiro, os legumes são cortados e refogados em óleo
  • Depois  adicione uma colher de sopa de farinha, deixe tostar
  • Adicione as amendoas ao vapor, o camarão descascado, o peixe em pedaços, o tomate e o vinho
  • Cozinhe lentamente

Até semana que vem, quando vamos começar a falar de América Central, ok?

Fontes:
https://www.viajejet.com
https://sites.google.com

 

Acompanhe nossas Midias Sociais

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: