Serra Leoa – História, Gastronomia e Cultura

Scroll down to content

Banhado pelo Oceano Atlântico, que faz fronteira com a Guiné ao norte e a leste e com a Libéria a sudeste, tem montanhas no Norte e no Leste. Entre elas estão as áreas de mineração de diamantes, principal atividade econômica do país. O processo de independência de Serra Leoa começou na década de 1960, mas os colonos britânicos insistiram em manter a hegemonia do país. Somente em 1971, após vários golpes, Siaka Stevens, do APC, declarou a independência de Serra Leoa.

O país viveu uma série de conflitos internos. A década de 1990 marcou uma guerra entre o governo e a Frente Unida Revolucionária (RFU). Tanto o governo quanto grupos revolucionários obtinham armas por meio de traficantes de armas e recebiam pagamento pelos diamantes que compravam. Solo de Serra Leoa. As consequências do conflito tiveram um impacto desastroso na população civil: estima-se que mais de 50.000 civis foram mortos durante a guerra no país.

Um acordo de paz entre o governo e a Frente Revolucionária Unida (RUF) foi alcançado em 2001 com a presença de forças da Organização das Nações Unidas (ONU) no país para garantir o processo de paz na região.

Os problemas sociais e econômicos de Serra Leoa significam que o país tem um dos piores Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo.

Os pratos mais típicos da Serra Leoa são o arroz e as passas, com um molho feito com batata amassada ou folhas de mandioca, cozido no óleo de palma e acompanhado de peixe ou vitela. Outros pratos tradicionais são o molho Kimberm, ensopado de amendoim e sopa de pimenta além do Quimbombó.

Vamos conferir uma receita tradicional da região?

Quimbombó

Ingredientes

  • 1 libra de quiabo
  • 2 ou 3 pintones de bananas
  • 1 colher de sopa de óleo
  • ½ libra de frango
  • 1 cebola
  • 1 pimenta
  • 2 dentes de alho
  • ½ xícara de molho de tomate
  • 2 colheres de sopa de vinagre
  • ¼ xícara de caldo de galinha
  • ½ xícara de vinho seco
  • 3 xícaras de água
  • 3 limões verdes
  • Sal e pimenta a gosto

Preparação

  • Leve ao fogo o azeite e doure o frango, com a cebola, a malagueta e o alho amassado.
  • Adicione sal, pimenta, molho de tomate, vinagre, caldo e vinho seco.
  • Quando o frango estiver cozido, acrescente o quiabo cortado em rodelas com a água e o suco de limão.
  • Deixe tudo no fogo até que o quiabo esteja macio.
  • Junte a banana-da-terra fervida ou com uma primeira fritada (como para tostón), reduzida a puré, e em bolinhas com alho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: