Benin – História, Gastronomia e Cultura

Scroll down to content

Grande parte da culinária do Benin é bem conhecida no Brasil. Isso se deve ao tráfico de escravos que fez com que muitos negros fossem trazidos para o Brasil, o que afetou a culinária que conhecemos hoje.

O Benin é o herdeiro da tradição do Daomé e já forneceu muitos pratos culinários para as Américas, como o Caruru Brasileiro, conhecido como “calalu” ou Caruru em Angola, e São Tomé, feitos com legume es mandioca. O ensopado básico é servido com fufu, a farinha de tapioca ou o pó de inhame, são fervidos em água para fazer um mingau espesso e nutritivo.

Outros pratos populares no Benin são feijão e arroz, mafê (molho de manteiga de amendoim) e sopa de pimenta, que incluem carne de cabra, camarão seco, pimentão variado, folhas de hortelã e utavi, e efo-riro, uma forma de óleo de palma e pimenta. Gari-pinon é um ensopado de carne simples (tomate, cebola e pimentão).

As variedades de carnes mais comuns no Benin são cordeiro, boi, frango e porco, assim como peixes e frutos do mar, por ser um país litorâneo e feito com os molhos e temperos mencionados acima.

O Benin tem uma gastronomia simples, mas muito saborosa, graças à excelente qualidade dos ingredientes utilizados na preparação. Pratos à base de peixe e verdura são os mais típicos, carnes refogadas de como a bovina, cabra e ovelha. Também se come caça como bifes de gazela. Os ingredientes mais utilizados são mandioca, batata, arroz e gergelim.

Vamos conferir então esse prato super tradicional que tem origem lá na África e faz um tremendo sucesso por aqui:

Acarajé

  • 1kg de feijão fradinho quebrado
  • 2 cebolas
  • 50g de camarão seco dessalgado
  • Sal a gosto
  • Azeite de dendê para fritar

Vatapá

  • 3 pães (franceses) frescos ou amanhecidos
  • 600ml de leite de coco
  • 100g de amendoim torrado e sem casca
  • 100g de castanha de caju torrada
  • 1 lasca de gengibre
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • 50g de camarão seco dessalgado
  • Sal a gosto
  • 1 xícara (chá) de azeite de dendê
  • Farinha de trigo, se necessário

Recheio do acarajé

  • 400g de camarão seco
  • 300g de vatapá
  • Vinagrete feito com 4 tomates, 1 cebola e 2 colheres de coentro (picado)

Modo de Preparo

Acarajé

  • Deixe o feijão de molho por 6 horas.
  • Depois lave até que saia toda casca.
  • Deixe escorrendo numa peneira com um pano até que fique bem enxuto.
  • No processador, leve o feijão, uma cebola, o camarão seco, sal a gosto e triture até que fique com uma consistência de massa.
  • Bata a outra cebola no liquidificador e vá adicionando aos poucos a massa, batendo com uma colher de pau até atingir o ponto.
  • Esquente bem o azeite de dendê e coloque os acarajés para fritar.

Vatapá

  • Coloque o pão de molho na metade do leite de coco e reserve a outra metade.
  • Deixe por 2 ou 3 horas.
  • No liquidificador, bata os pães deixados de molho, o amendoim, a castanha de caju, a gengibre, as cebolas, o alho, o camarão seco e o sal.
  • Triture todos os ingredientes.
  • Leve ao fogo e vá adicionando aos poucos o restante do leite de coco e o azeite de dendê, acerte o sal e deixe por 20 a 30 minutos.
  • Deve até atingir o ponto de consistência de uma pasta firme.
  • Se ficar ralo acrescente um pouco de farinha de trigo.

Além de material farto através de pesquisa, podemos encontrar mais referências a respeito de Benin.

Como acompanho assiduamente todas as novidades possíveis através das plataformas de Streaming encontrei referencias sensacionais sobre Benin, a série:

Da África aos EUA, uma jornada Gastronômica, que pode ser acessada através desse link, caso vc já tenha acesso a plataforma, NETFLIX, que tem um episódio inteiro voltado a Benin e conta com riqueza de detalhes e vivencia a situação dos africanos levados da região como escravos que jamais retornaram as suas cidades de origem, apesar de muito triste, revela detalhes importantes e também a verdadeira resiliência do povo Africano e como mesmo com toda essa dificuldade seguiu em frente e manteve suas crenças e tradições alimentares, dividindo-as com todo o mundo, e ali em especial com os EUA.

Fontes:

https://cultura.culturamix.com

http://claudio-zeiger.blogspot.com

https://www.netflix.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: