Regiões Produtoras – Alemanha

Scroll down to content

A Alemanha tem alguns dos melhores e mais duradouros vinhos brancos do mundo, disponível em uma variedade de estilos, incluindo vinhos secos populares, vinhos muito doces e excelentes vinhos semi doces, são injustamente subestimados por muitos provadores e ainda sofrem com a temida imagem da Liebfraumich que nada tem a ver com os melhores vinhos produzidos no país, a Alemanha é o palco principal do Rieslings.

Com uma região produtora de clima mais frio, conhecida principalmente por seu Riesling e por um Pinot Noir maduro e rústico, suas principais regiões produtoras são:

  • Rheinhessen
  • Pfalz
  • Baden
  • Wurttemberg
  • Mosel
  • Franken
  • Nahe
  • Rheingau
  • Saale-Unstrut
  • Ahr
  • Sachsen
  • Mittelrhein
  • Hessiche Bergstrasse

Com seus melhores vinhos caminhando pelas uvas:

  • Riesling – principal uva alemã, conhecido por seus aromas, em estilos que variam de seco ao doce vinho de gelo,
  • Muller Thurgau – vinho branco aromático, simples com notas florais de pêssego que apresenta um toque adocicado,
  • Pinot Noir – uva que oferece aromas de cranberry, cereja e notas sutis de terra, muitas vezes comparado aos tintos da Borgonha,
  • Dornfelder – vinho tinto de médio corpo, com aromas doces de frutas vermelhas, notas herbáceas, taninos médios e acidez picante,
  • Pinot Gris e Pinot Blanc – uva com aromas de pêssego-branco, frutas cítricas e notas sutis de favo de mel e
  • Silvaner – vinho branco leve e seco, com alta acidez e aromas de raspas de frutas cítricas e maça verde.

Ahh.. aproveite e faça uma visita a minha Loja Wine, consulte ótimas opções e preços de produtos incríveis, e também se preferir me contate para harmonizar seu evento com os vinhos de acordo com o seu publico e preferencias, clicando aqui, combinado?

Bem por hoje ficamos por aqui, semana que vem tem mais, informação para enriquecer seu caminho nessa deliciosa jornada, falaremos sobre as regiões produtoras de vinhos, vamos falar Argentina.

Mas lembre-se, sempre considere as regras, mas elas têm que atender essencialmente ao seu “gosto”, então não vire o chato do manual ao consumir ou participar de uma degustação, pode ser que o meu “melhor” vinho não agrade o seu paladar e isso não e crime, seja simpático e não critico, é comum acontecer que os gostos não combinem ok? Não precisa brigar por conta de nisso, alegria, felicidade e acima de tudo muita paz!

Santé!!!

O Guia Essencial do Vinho, Madeline Puckette e Justin Hammack, Editora Intrínseca

Associação Brasileira de Enologia – https://www.enologia.org.br/

Familia Valduga – https://blog.famigliavalduga.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: